Início Feira de Santana Mutirão para exame de catarata e atividades de bem estar movimentam o...

Mutirão para exame de catarata e atividades de bem estar movimentam o Centro Dona Zazinha

0
Foto: Jorge Magalhães

O mês de dezembro começou bem movimentado no Centro de Convivência para Idosos Dona Zazinha Cerqueira. Na manhã desta sexta-feira (1°), serviços de saúde e bem estar foram oferecidos, como mutirão para exame de catarata.

A iniciativa foi possível graças a uma parceria da Prefeitura de Feira de Santana, através da Secretaria de Desenvolvimento Social (SEDESO), com o Hospital Clihon, que disponibilizou equipe médica e equipamentos oftalmológicos necessários para atender os idosos do Centro.

Em parceria com a Vitalmed, uma equipe de enfermeiros esteve presente realizando aferição de pressão e teste glicêmico nos idosos.

A programação também foi focada no bem estar e autoestima dos idosos e contou com atividade de dança, momento de beleza, massagem, e a presença de advogados especializados que prestaram informações a respeito de benefícios sociais e violação de direitos essenciais.

“A ação realizada hoje reforça a preocupação do Zazinha com a saúde e bem estar dos idosos”, destaca a coordenadora do equipamento municipal, Tilda Brasileiro.

“O Centro Zazinha Cerqueira é mantido pela Prefeitura através da Secretaria de Desenvolvimento Social. E nos preocupamos muito com a vida, em geral, do idoso cadastrado aqui. Temos uma média de 400 idosos que frequentam o Centro. Hoje, eu tenho aqui 250 idosos. A nossa preocupação é com a vida e bem estar do idoso”, disse.

Segundo a médica oftalmologista da Clihon, Marina Coutinho, o exame para a detecção da catarata deve ser realizado em idosos a partir dos 60 anos. A catarata é uma lesão ocular que torna o cristalino do olho opaco, deixando a visão embaçada.

“É interessante a gente fazer essa avaliação, principalmente em idosos, para avaliar o fundo do olho, a parte da retina e verificar se o paciente tem catarata ou não, já que é uma das patologias que mais causa baixa visão neles”, explica.

Para a realização do exame de catarata, os idosos passaram por triagem, avaliação da visão, mapeamento de retina, e com o auxílio de uma lâmpada de fenda, é possível identificar a existência do problema ocular.

“É importante a gente fazer essa triagem precoce para conseguir operar a catarata de forma inicial. Porque se você espera muito para operar, ela pode acabar trazendo complicações”, ressalta.

Artigo anteriorPrefeito autoriza obras de quadras esportivas e instalação de fibra ótica em escolas municipais
Próximo artigoPrefeitura realiza pavimentação de ruas e drenagem urbana no distrito de Humildes

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui