Início Bahia Passa a valer a partir de amanhã (24), novo sistema Renave, que...

Passa a valer a partir de amanhã (24), novo sistema Renave, que impede fraudes por clonagem de veículos novos

0
Foto: Ed Santos/Acorda Cidade
Google search engine

Um novo programa integrado às concessionárias de todo o país já começa a valer a partir desta segunda (24). Com o Renave 0 Km, o serviço de primeiro emplacamento só poderá ser realizado após a confirmação de dados entre a revendedora, Serpro/Senatran (Secretaria Nacional de Trânsito) e o Detran-BA, assegurando a confirmação da procedência do veículo.

 Na Bahia, a ambientação tecnológica para a implantação do novo serviço foi preparada pelo Departamento Estadual de Trânsito e as mudanças são consideradas relevantes para evitar fraudes. Para quem compra um veículo zero, nenhuma alteração, apenas mais segurança na transação.

“É uma importante modernização que garante segurança para as revendas, impedindo clonagem de veículo e tornando o processo transparente desde o início da operação até a entrega do veículo ao proprietário”, explica o diretor-geral Rodrigo Pimentel.

O novo sistema vai permitir a averiguação de informações indispensáveis, como a presença do veículo no estoque da loja emissora da Nota Fiscal. O fabricante ou concessionária deverá estar com os sistemas alinhados ao Serpro, conforme orienta o site da instituição.

Para as montadoras, não haverá mudanças. Um veículo acabado, com faturamento para um concessionário, será identificado como um veículo Renave 0 KM. Com a implantação do Renave 0 KM, os veículos novos vendidos vão precisar cumprir o processo de registro no novo sistema.

O sistema ampliará o escopo de transformação digital no país e será obrigatório para todos os revendedores de veículos zero quilômetro. Para aderir ao sistema, as concessionárias devem fazer um cadastro no site credencia.estaleiro.serpro.gov.br. O processo é simples e rápido, e a adesão é gratuita.

“A concessionária deverá informar eletronicamente, na saída de estoque, o número da nota fiscal e do documento da pessoa física ou jurídica do comprador, para evitar fraudes. Sem essas informações, o automóvel não poderá ser registrado no Detran”, explicou o secretário nacional de Trânsito, Frederico Carneiro.

Segurança

O Renave 0 KM fortalecerá a segurança e o controle de estoque de concessionárias e revendedoras de veículos zero a partir da comunicação digital com o Governo Federal. “O Renave proporcionará ganhos substanciais em segurança, inteligência automobilística, eficiência operacional e logística.”, disse o presidente do Serpro, Gileno Barreto.

Quando um consumidor adquirir um veículo zero quilômetro, ele receberá, além da nota fiscal, a Autorização para Transferência de Veículo Eletrônica (ATPV-e), emitida na saída da concessionária. Somente de posse da ATPV-e será possível o emplacamento do veículo. A única exceção é para carros com venda direta das montadoras ou com encarroçamento posterior. Para esses veículos, a implantação acontecerá ao longo do ano.

Artigo anteriorCâmara não aprova orçamento 2022 e secretário de planejamento diz que decisão impossibilita realização de obras
Próximo artigoAtlético de Alagoinhas arranca empate fora de casa contra o Altos-PI

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui