Início Bahia Esposa de empresário morto a tiros na Bahia é ouvida pela polícia...

Esposa de empresário morto a tiros na Bahia é ouvida pela polícia e tem celular apreendido; mulher presenciou crime

0
Foto: Redes sociais
Google search engine

A esposa do empresário Marcos Marinho, morto a tiros em um restaurante na cidade de Feira de Santana, a 100 km de Salvador, foi ouvida pela Polícia Civil, na segunda-feira (13). O celular da mulher, que presenciou o crime, foi apreendido.

Os detalhes do depoimento não foram divulgados pela polícia. A mulher, que não teve a identidade revelada, não foi ouvida no mesmo dia do crime, porque estava bastante abalada.

A Polícia Civil acredita que o celular da esposa dele pode ajudar nas investigações do crime, que tem a autoria e motivação investigadas. Até a manhã desta terça-feira (14), nenhum suspeito foi preso.

A mulher que presenciou o crime tinha um relacionamento há cerca de um ano com Marcos Marinho. O empresário tem filhos de um casamento anterior e, nas redes sociais, tinha revelado que entrou em um acordo para separação oficial da ex-companheira, além do pagamento de pensão.

O corpo do empresário foi enterrado na tarde de segunda-feira (13), no Cemitério Jardim Celestial, em Feira de Santana.

Câmera registra assassinato

O crime foi filmado pelas câmeras de segurança do local. Nas imagens, é possível ver que os autores dos disparos chegaram em um veículo e atiraram diversas vezes contra a vítima, que morreu no local. Ainda não há indícios da motivação dos crimes.

No momento do crime, Marcos estava acompanhado da esposa, que havia estava no estacionamento do restaurante quando o crime aconteceu. Ela ainda não foi ouvida pela polícia, porque estava abalada.

De acordo com o delegado Fabrício Linard, responsável pelo caso, a vítima estava com uma pistola na mochila. A arma de fogo tinha registro da Polícia Federal (PF) no nome do empresário.

A polícia investiga o motivo dele estar com a pistola na mochila, já que ele tinha autorização apenas para o uso dentro da casa onde morava ou no próprio comércio.

Fonte G1 Bahia

Artigo anteriorEx-namorado suspeito de atear fogo em corpo de mulher trans na Bahia tem prisão convertida em preventiva
Próximo artigoMandados de busca e apreensão contra venda e circulação de cédulas falsas são cumpridos no sul da BA

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui